skip to content
 

Trabalho destaque no Encontro de Saberes 2018: Ciências Exatas e da Terra

Na edição de 2018 do Encontro de Saberes, o aluno Jeferson, autor do trabalho “Drones aplicado à aquisição de dados tridimensionais para cartografia geotécnica” pelo Projeto de Iniciação Científica Voluntária, sob orientação de César Falcão Barella, recebeu menção honrosa na área ciências exatas e da terra.
 
A pesquisa trata de como o surgimento de novas geotecnologias tem contribuído para o avanço exponencial de diversos campos de pesquisa, permitido uma redução considerável do tempo de trabalho, dos profissionais envolvidos e dos custos. O uso de veículos aéreos não tripulados (VANTs), popularmente conhecido como Drones, permite a obtenção de ortofotos ( uma representação fotográfica de uma região da superfície terrestre, no qual todos os elementos apresentam a mesma escala, livre de erros e deformações, com a mesma validade de um plano cartográfico) digitais coloridas a baixo custo, a partir das quais é possível extrair modelos tridimensionais de superfície e do terreno. Quando aplicado à cartografia geotécnica, permite determinar a área e o volume das cicatrizes de escorregamentos no relevo, contribuindo para aumentar o poder dos inventários, elementos essenciais para a construção de modelos preditivos de susceptibilidade a escorregamentos. O voo do Veículo aéreo não tripulado (VANT) é programado com o auxílio de um smartphone ou tablet, onde a área de foco do estudo é enquadrada e alguns parâmetros são definidos: (i) porcentagem de sobreposição das imagens, (ii) tipo de percurso, (iii) altura do voo e (iv) velocidade de deslocamento. Finalizada a programação, o VANT obtém as fotos de forma autônoma. As imagens são processadas, permitindo a aquisição de modelos digitais de superfícies e, a partir destes, de modelos digitais do terreno e de curvas de nível. “Quando aplicado a porção urbana do município de Ouro Preto, foram levantados 57 escorregamentos, entre atuais e antigos, dos quais se extraiu a área e o volume mobilizado. Os modelos tridimensionais obtidos foram robustos e o volume da massa deslocada se assemelhou ao esperado, agregando precisão à técnica utilizada”, conclui Jeferson.
 
Projeto teve financiamento do CNPq, para os bolsistas PIBIC, PIBIC-AC e PIBITI.
Twitter icon
Facebook icon
Google icon